Só por hoje...

Hoje eu já não quero mais tanta coisa... Quero apenas manter meu coração calmo, minha mente sã, meus pensamentos claros e minhas mãos livres de tremulações... Hoje eu já não quero mais complicações, quero apenas ler um livro, suspirar achando que estou fazendo as coisas certas... Já não quero mais contradizer ninguém, nem questionar o por quê das pessoas serem como são...

Hoje quero aceitar as pessoas tal qual elas são, sem questionar ou duvidar... Cansei de não conseguir entender o que acontece com o mundo o tempo todo, deixa isso pra quem quer viver cheio de dúvidas... Hoje eu quero complicar e não explicar... Quero ser quem eu sou e deixar que as pessoas aceitem ou não... Acho que o tempo que passei fazendo isso por elas, aceitando, compensa por eu querer ficar assim...

Já não quero mais obrigar ninguém a segurar a minha mão, embora deseje a todo instante um pouco de afeto... Já não quero mais ficar brigando e querendo que as coisas sejam do meu jeito, agora eu vou fazer do meu jeito, se irritar, vai valer por eu ter me irritado tanto por ninguém querer agradar...

Vou sorrir mais e me emburrar menos, se eu causar emburramentos, desculpa, mas vocês também não se importaram em me causar tais constrangimentos... Já não vou mais esperar que fiquem prontos antes de mim, vou voltar a dizer: Ti encontro lá...

Às vezes eu queria poder segurar com a mão certas coisas, só para ver se fica mais fácil de lidar e concertar certas situações... Brincar de quebra-cabeço por telepatia não é tão simples assim...

Uma vez Gandhi disse: Seja a mudança que espera ver no mundo. Hoje em dia as pessoas se decepcionam com coisas fúteis, tratam friamente aqueles que amam, deixam um relacionamento ser tomado pelo orgulho e depois dizem que está faltando amor no mundo. O que está faltando não é amor, é atitude. Atitude de dizer o que sente sem medo de ser rejeitado, coragem de dar o primeiro passo e fazer a sua parte independentemente do outro. Surpreenda. E se tudo der errado? Se… na pior das hipóteses isso acontecer, não se preocupe. Você tem uma vida inteira para tentar novamente e quantas vezes forem preciso! Se nem o que é bom dura para sempre, o que te fere há de durar menos ainda. Por isso viva insanamente, ame com intensidade e quando tudo acabar tenha orgulho de dizer: Eu só me arrependo do que eu não fiz.

Não é que eu queira ir contra as regras, os ensinamentos, nem nada disso... Não é que eu queira ensinar coisas erradas ou coisas novas que não fazem sentido... É só que eu aprendi diferente... Eu aprendi que quando você ama você ama e pronto, não fica arrumando desculpas para as coisas ruins que faz... Eu aprendi que devemos amar as pessoas como a nós mesmos, só assim provamos que somos pessoas boas... Acho que amar a deus incondicionalmente é essencial, mas quando esquecemos que estamos andando todos juntos é que tudo isso começa a deixar de fazer sentido...

Nunca acreditei muito que viver olhando pra cima fosse o mais importante para se amar... Devemos sim amar a deus sobre todas as coisas, mas deve ser sobre todas as coisas... Tem que ser sobre todas as coisas... As pessoas não são coisas...

0 comentários:

Postar um comentário

G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness