Janes e o Guia em uma sexta a noite...


Sexta a noite e eu aqui no quarto... é até estranho isso e quem diria que eu, em plena sexta a noite, estaria em casa ouvindo Janes, sem café, procurando vídeos sobre exercícios em esteiras na internet?

Certo que o quarto lindo como está me faz querer nunca sair daqui... exceto pra comprar comida, aí sim eu iria correndo porta a fora... ahah...

Minhas poucas prateleiras estouraram de tanto livro que eu teimo em empilhar ali... Hoje eu já conto quatrocentos livros... Quatrocentos... se fosse na época de escola eu não diria que um dia eu teria tudo isso... Minha única vontade é ter tempo e coragem de ler tudo...

Falo em desejar coragem olhando para a coleção Game of Thrones que entulha ali do lado e eu sem força pra continuar... ahah... é muito chato...

Mas nesse mês tão lindo e inspirador eu tive que retirar da prateleira o Guia do Mochileiro... esse sim eu tive que pegar pra reler e minha toalha já está prontinha pra esse final de noite Não entrar em pânico...

Afinal, quem um dia iria dizer: Kim Sousa, em casa na sexta? Só se for por algum livro...

Obs.: Janes cantando To Love Somebody já está me deixando sem ar, isso ou a fome louca que eu to sentindo... ahah

Tentando me acalmar e um pouco mais de felicidade...

Chega um dia que vemos mais que um sorriso sincero no espelho do banheiro... vemos algo que assusta... os cabelos brancos que agora carrego comigo por toda parte me faz lembrar que a vida é muito injusta... Afinal, por quê não podemos ser eternos?

Gostaria, primeiramente, de agradecer a todos os amigos que me desejaram felicidade no dia de ontem, meu momento de envelhecimento precoce demais por meu gosto... ahah... Abraço amigos e infelizmente não tem mais bolo... comi todo... ahah...

É difícil envelhecer sem motivo algum e logo eu que sempre desejei viver pra sempre me deparo caminhando rumo a terceira década da minha vida e isso chega a da medo... E todos os livros que planejei ler? E todos os lugares que planejei conhecer? Será que vai dar tempo?

Minha cabeça amanhece, hoje mais ainda, a mil e nada parece me acalmar... Certo que sempre foi assim, mas a idade trás certas restrições ao corpo e esse tipo de sentimento faz minha pressão subir e o coração palpitar rápido, logo vem o medo de um ataque cardíaco...

Estão vendo? O medo me afetando de novo?

Pois é, parece que nada me acalma... já tentei meditar, suco de maracujá e até assistir a peixes monótonos indo de um lado a outro em uma caixa de quinze litros, mas isso só me tornou claustrofóbico dentro de mim mesmo...

A única coisa que quero fazer agora é explodir... explodir de dentro pra fora e, depois, tentar me juntar de novo e ver se isso me acalma... Mesmo sabendo que isso não irá funcionar, eu vou tentar... 


G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness