Matando sonhos...

Chega aquele momento da vida adulta onde percebemos que nossa bagunça interna é maior que a externa... Que nada é realmente aquilo que queríamos que fosse... Percebemos que aqueles sonhos já morreram e que nós estamos, talvez, mais mortos que eles...

Sempre chega aquele dia em que a ficha cai e nos vemos mais como peças da mobília que donos da casa... A vida é mesmo muito chata e mostra que a depressão é mais real que o folhear do calendário... Sim, depressão é mais corriqueiro que respirar para certas pessoas...

Morremos lentamente a cada dia de adulto... Não por que vamos abandonando os sonhos, mas por que as pessoas que escolhemos para envelhecer vão nos matando... Pouco a pouco, a cada sonho abandonado é um pouco da alma que é jogado fora e chegamos aquele dia em que até respirar se torna mais difícil que seguir em frente...

Eu nunca pensei que um dia chegaria a isso, mas cheguei e escutar velhas músicas carregadas de lembranças boas não resolvem nada, ao contrário, só fazem piorar... 

G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness