Palavras Cruzadas

Fantástico... Tipos: Horizontal, Vertical... Na vida, assim como nas palavras cruzadas, há dias que são difíceis e é isso que deixa você vivo. O segredo pra sobreviver nesses dias é se animar e se concentrar no seu propósito de vida... O meu é espalhar a alegria das palavras cruzadas pra toda a humanidade...

Ahh... As Palavras Cruzadas... é o melhor passa-tempo que uma pessoa pode querer antes de morrer... Então, sabe como é, quando a dica perfeita fica na sua mente e, então, explode em uma carga de emoções intensas e eu fico excitado, intrigado, maravilhado, perplexo...

Quando comecei como cruceverbista, que é nome de quem faz palavras cruzadas, eu procurava conforto nas palavras dos sábios das palavras cruzadas. Meu herói era Many Nosovsk, colaborador do New York Times e mestre cruciverbalista. Many diz que a grandeza de uma palavra cruzada pode ser determinada com três perguntas simples: É decifrável? É divertido? E, por fim, da um lampejo?

Outra regra pra palavra cruzada é: Nada de Lápis... Se for fazer uma palavra cruzada com lápis é a mesma coisa que gritar com os lábios colados... não sai... Se for fazer uma palavra cruzada faça sem medo, com naturalidade e com caneta... Eu prefiro as azuis com ponta média, mas isso é inútil demais pra se levar em conta... É só escolher o seu caminho e ir em frente...

Sabe qual palavra não se encontra nas palavras cruzadas? ... E nenhuma outra palavra de duas letras... A palavra não é divertida... A palavra Vamos é muito mais divertida... É, nisso as palavras cruzadas são parecidas com a vida... Só são chatas se você não possui senso de aventura...

Sabe de uma coisa que mais gosto nas palavras cruzadas? Da perseverança... Se desiste de um desafio, não termina... É claro que às vezes se encontra um difícil que acha que não vai resolver nunca, mas se você insistir acaba conseguindo... uma hora ou outra... A pior coisa que existe é deixar incompleto... Não é a solução, não é mesmo?

Sabe qual é a melhor parte da palavra cruzada? Quando percebe que sabe de uma coisa que achava que são sabia...

Bom... A verdade é a verdade, no fim das contas... Já dizia o velho Bardo...

O Editor de Palavras Cruzadas do New York Times disse: Temos o impulso natural de preencher espaços vazios. Eu gosto de pensar que ele não se referia apenas as palavras cruzadas, mas aos espaços vazios dentro de nós que surgem por vivermos em um mundo que nem sempre gosta do que é diferente.

Eu tentei preencher meus vazios com palavras e cruzadas... e ela... Mas esta não era a resposta... Agora eu sei que na jornada da vida, você só precisa achar alguém tão normal quanto você ou, então, muitas pessoas... Ah, e aqui vai um conhecimento recentemente adquirido: Se ama alguém, deixe-a livre, se tiver que persegui-la é porque não era pra ficar com ela... ahah...

Obs.: Texto adaptado do filme Uma Maluca Paixão, de Phil Traill...

G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness