Ainda era noite: 03h45

Hoje eu acordei mais cedo
Tomei sozinho o chimarrão
Procurei a noite na memória... procurei em vão
Hoje eu acordei mais leve (nem li o jornal)
Tudo deve estar suspenso... nada deve pesar
Já vivi tanta coisa, tenho tantas a viver
Tô no meio da estrada e nenhuma derrota vai me vencer
Hoje eu acordei livre: não devo nada a ninguém
Não há nada que me prenda

Ainda era noite, esperei o dia amanhecer
Como quem aquece a água sem deixar ferver
Hoje eu acordei, agora eu sei viver no escuro
Até que a chama se acenda
Verde... quente... erva... ventre... dentro... entranhas
Mate amargo, noite adentro, estrada estranha

O maior esconderijo, a maior escuridão.
Já não servem de abrigo, já não dão proteção.
Holofotes iluminam a libido e o vírus.
O poder e o pudor, os lábios e o batom.

Que a chuva caia como uma luva, um dilúvio, um delírio.
Que a chuva traga alivio imediato.
Que a noite caia, derrepente caia tão demente quanto um raio.
Que a noite traga alivio imediato.

Nunca me deram mole, não (melhor assim)
Não sou a fim de pactuar (sai pra lá)
Se pensam que tenho as mãos vazias e frias (melhor assim)
Se pensam que as minhas mãos estão presas (surpresa)

Mãos e coração, livres e quentes: chimarrão e leveza
Mãos e coração, livres e quentes: chimarrão e leveza

... ilex paraguariensis...
... ilex paraguariensis...
... ilex, agora paciência...


Obs.: Música linda do Sr Gessinger, um poporri com as músicas "ilex paraguariensis" e "Alívio imediato"...

Obs2.: Isso ae reflete bem o como foi a noite de ontem e o como tava a minha cabeça...

17 comentários:

Maycon Aguiar | 15 de novembro de 2009 14:14

"Holofotes iluminam a libido e o vírus.
O poder e o pudor, os lábios e o batom."

Não sei o motivo, mas para mim esta frase destacou em meio às outras. Posso imaginar como sua noite foi divertida, provavelmente inesquecível. Isso é muiito bom, né?

Abraços!

Tay'' | 15 de novembro de 2009 14:27

Adorei essa música *-*
teve uma parte que me chamou a atenção:"Hoje eu acordei livre: não devo nada a ninguém
Não há nada que me prenda"

bjus ;*

Márcia Amaral | 15 de novembro de 2009 14:41

" O maior esconderijo, a maior escuridão.
Já não servem de abrigo, já não dão proteção. "
gostei, é , gostei

Arthur Alter L. | 15 de novembro de 2009 15:44

Muito interessante a letra e o jogos da palavras, a gente pode entender muitas coisas...
imagino que sua cabeça estava mesmo num turbilhão de pensamentos... e que não seja em vão!
Abraço

Natália Ferreira | 15 de novembro de 2009 17:51

o bom se fosse todos sos dias acorda com essa levessa tal expressa nessa musica que eu nao conheço ..

beijao otimo domingo p vc

Claudia Porto | 15 de novembro de 2009 22:02

Doce Kim...é ótimo te-lo de volta...
Beojos guri...

Joice Silva | 15 de novembro de 2009 22:29

Sim, adoro Chaplin também *-* É, faz um tempo mesmo... desculpa a demora pra retrubuir o comentário, to meia sem tempo pra entrar aqui :X
Adoro seu blog, seus posts são ótimos,é *-*
beijos ♥

Lua | 16 de novembro de 2009 01:32

"Que a chuva traga alivio imediato."
eu tbm quero!

Beijos=*

Luciana Klopper | 16 de novembro de 2009 09:13

fique em paz, bjs

Ѽ 'MαяιScнмitz ♀ {Lady Evil} ☠ | 16 de novembro de 2009 13:20

-

Oiie Kim :D
adooorei isso "Mãos e coração, livres e quentes: chimarrão e leveza" *perfeeeito*

depois de ler esse post...
só me resta te desejar uma otima semana!
Abraço

~*rafasonehara | 16 de novembro de 2009 17:56

Entãoo eu fui viajar sim!! ^^
Fui pra Bauru aqui no estado de São Paulo
umas 4 horas da minha cidade
fui com uma amiga..
fui na sexta de madrugada e voltei domingo na hora do almoço xD
Saudades de falar com vc!
Beijooooa
:*

priscila | 16 de novembro de 2009 18:11

socio!!!
e essa e a musica !!
mas se nos tvesse juntos cantariamos gritando com aquela voz afinada(ironica) se eu tvesse a força q vc pensa q eu tenhu eu gravaria .....

Fe | 16 de novembro de 2009 18:11

Adorei o post. E o blog tbm :))
ah! E obrigada pelo comentário.

bjobjo ;**

Bia Monteiro | 16 de novembro de 2009 18:35

Dizem q quem canta seus males espanta, neh
Vc fez certinho entaum...
Espero q tenha espantado todos os males...
Mas se naum... cante mais e mais e mais...
Bjos mil meu anjo...

Isabelle | 16 de novembro de 2009 19:00

Gostei muito dessa letra. " Que a chuva traga alivio imediato" - com toda a certeza! bj

Jéssica Trabuco | 16 de novembro de 2009 23:18

Gostei da música.
"Hoje eu acordei livre: não devo nada a ninguém
Não há nada que me prenda"
Essa parte fala por mim.

Mariana Pontes | 17 de novembro de 2009 09:21

"Tô no meio da estrada e nenhuma derrota vai me vencer"

adoro trechos determinados..
beijo kimmmmmm !

Postar um comentário

G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness