O outro lado do egoísmo 2



Está todo mundo falando do Natal nestes últimos dias... nas ruas, rede sociais, jornais e sei lá em mais o que... Até já esqueceram o fim do mundo... O triste é que as pessoas acabaram foi esquecendo o real sentido deste dia... Aniversário de Jesus ou desculpa para estourar cartão de crédito?

O aniversariante nem sequer foi convidado para a festa, assim como nós parecemos nem ter sido convidados para retirar esse óleo de peroba da cara e lixar um pouco essa fachada de pau que chamamos de vergonha...

Vamos esquecer um pouco o anacronismo que se tornou o 25 de Dezembro e pensar um pouco em Mumbai ou Calcutá? Duas cidades indianas que possuem o maior nível populacional do planeta ou onde podemos encontrar os Distritos da Luz Vermelha.

O local abriga milhões de pessoas, dentre elas o maior número de prostitutas do mundo, concentradas em um único perímetro urbano... 40% são menores de dezoito anos... 8 mil são vendidas pelas famílias todo ano... Milhões são consagradas para servirem a Deusa Yellamma sendo prostitutas do templo... 12% são vendidas pelos pais... 21% são vendidas a conhecidos da família...

33% têm entre 13 e 18 anos... 66% dos homens escolhem crianças de 10 a 14 anos... 75% delas têm relações sexuais de 5 a 9 vezes por dia... 70% são portadoras de HIV e viciadas em algum tipo de droga... Muitas engravidam ainda na adolescência, têm abortos consecutivos devido ao trabalho sexual forçado... São espancadas e torturadas para cederem...

82% dessas crianças são indianas... 90% não são alfabetizadas... 100% dos casos são ilegais... Elas perdem a identidade, a família, os amigos, a alegria, a esperança e a dignidade, isso sem falar na infância e ainda ficamos chateados por que não ganhamos presentes de Natal, sendo que nem o aniversariante convidamos...

Obs.: Para qualquer curiosidade, vejam NascidosEm Bordeis, 2004, ou o trabalho da irmã Patrícia Oliveira, no Youtube...

3 comentários:

Lys Fernanda | 26 de dezembro de 2012 13:01

Olá Kim, como sempre seus textos vem a surpreender. Desejo-lhe boas festas, até mais!

Vicente Fidelix | 26 de dezembro de 2012 18:11

O povo já esqueceu o motivo de qualquer tipo de data, qualquer uma delas hoje, é motivo de festa/comemoração, e não do tipo da 'data' em questão e sim, como sempre são: àlcool a todo lado.
Natal é a data mais hipócrita que há hoje em dia, porque esqueceram o real motivo dessa data.

Aline Mendes | 26 de dezembro de 2012 19:56

transformou-se tudo em presentes, compras, brindes... podemos nos divertir sim, mas acredito que se as pessoas se importassem e fizessem algo por quem está do lado, nem precisa ir tão longe, as coisas seriam diferentes.

Desejo a todos felicidades e o amor de Deus no coração....

Postar um comentário

G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness