Acredita em Mim?

Durante algum tempo fiquei pensativo, refletindo sobre quem eu sou e isso, pela primeira vez, não me deixou muito feliz... Sempre fui do tipo que preferia me entreter comigo mesmo que com os outros e isso sempre me fez bem... me dava tempo pra avaliar respostas, frases e pensamentos, isso sem falar que era assim que eu organizava melhor os meus conteúdos guardados...

No entanto, de uns tempos pra cá vim reavaliando no que isso havia se tornado... A dificuldade em conversar sobre meus sentimentos e sobre minhas idéias, agora era notável... Não consigo mais ser tão comunicativo com as outras pessoas e demonstrar sentimentos já era complicado de ser feito. Mas por quê? Por que isso aconteceu?

Lidar com as outras pessoas agora havia se tornado algo tão mecânico e superficial... Não consigo mais contar histórias, recitar poesias, falar citações ou mesmo dizer um Eu estou gostando de você... Notei que a imparcialidade para com as outras pessoas estava criando um abismo chato e reverter isso não seria tão fácil quanto eu imaginava.

Agora, a única coisa que posso dizer é Acredite em mim quando digo que não sou assim, mas como dizer que não sou? Como dizer que sou diferente, quando tudo o que fiz até agora foi demonstrar o que de pior havia em mim? Não sei ao certo o que fazer, mas sei que quero fazer, pois perder o melhor de mim é algo que eu não estou muito disposto a permitir, principalmente porque é isto o que quero oferecer e não as minhas angustias bobas ou meus depoimentos inadequados...

Não estou dizendo que vou mudar, apenas que irei acabar com este abismo que me distancia do melhor que posso ter... Quero ouvir mais, quero sorrir mais, quero ajudar mais, quero voltar a transparecer mais o que realmente sou e o que realmente sinto... Sei que isto não será muito fácil, mas se você tiver paciência e me aceitar, posso ti mostrar que ainda tenho algo de bom e que vale a pena ser salvo...

2 comentários:

Rafaela Cabral . | 30 de agosto de 2011 18:25

Nossa, belo post! adorei

She | 7 de setembro de 2011 17:40

Uau! Estamos sempre em mudança, meu querido, mudar faz parte, não perdemos a nossa essência, mas somos uma metamorfose ambulante... ;) Beijo, beijoooo
She

Postar um comentário

G+

Mostruário...

Qualquer Coisa © 2008. Blog design by Randomness